Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2014

Ensaios de Eternidade

Imagem
O projeto “Ensaios de Eternidade” trata-se de um encontro semanal onde pessoas se reúnem para juntos adorar ao Mistério por meio da música, e ouvem da ministração da mensagem do Evangelho. Para compor o grupo que ministram as músicas é preciso saber tocar algum instrumento ou desejar cantar, porém a adoração não está restrita ao grupo ministrante. Todos são chamados a adorar!
As músicas são encaminhadas pelas redes virtuais e durante a semana cada pessoa procura harmonizar-se com as mesmas. No dia da reunião, os interessados em participar do grupo ministrante naquela reunião devem chegar às 17hs para ajustes, e logo às 18hs começa a reunião!
O projeto é mentoriado por Ivo Fernandes, que estará ministrando junto ao grupo e pregando a mensagem do Evangelho!
O Local é no salão da Igreja Missionária, Rua Tigipió, 277, Praia de Iracema. E as reuniões ocorrerão sempre aos sábados neste endereço, exceto no quarto sábado onde faremos um Ceia de Adoração na base da Estação do Caminho em Fortalez…

Não somos o Evangelho

Imagem
Durante nossa caminhada como movimento, muitas foram as críticas sofridas, eu particularmente acolhi a todas, isso me faz repensar minha caminhada e minhas impressões sobre tudo, até porque muitas dessas críticas vieram de amigos a quem respeito muito.
A maioria dessas críticas aponta para a incapacidade do movimento de ter se tornado algo diferente das demais instituições cristãs. Muitos na comparação nos colocam em situação melhor, mas nada realmente muito significativo.
Assim, é sadio abandonar idealizações do movimento como algo puro, perfeito, sem defeito algum. Nós não somos o Evangelho, somos apenas um movimento que pretende anunciar o Evangelho, e para isso usamos de todos os meios disponíveis, cabendo aí afirmar nossa existência institucional.
O que nos diferencia de muitos outros movimentos e instituições religiosas é como vemos e nos comportamentos frente a alguns temas caros para as estruturas ditas cristãs.
Por exemplo, não nos anunciamos e nem cremos num elitismo, como se f…