quarta-feira, abril 06, 2011

Convite


O sacerdócio segundo a ordem de Melquisedeque é tão superior que até as ordenanças – batismo e ceia – são descartadas. Pois seu único agente é Deus e nada mais. Para nós que somos da geração histórica da fé de Abraão, Isaque e Jacó, as ordenanças, ou seja, as ações de batizar e ceiar fazem parte de nossa vida, assim como fizeram parte da vida dos apóstolos. Não como um rito que impulta redenção, mas sim como símbolo de algo que já aconteceu. Alguns tratam as ordenanças como essencial na caminhada, como que, ao participar de maneira continua traga alguma proteção ou benção. Assim, durante a história revelada pela via de Abraão, a história da igreja mostra que muita coisa louca já foi dita e feita em relação a tais ordenanças.

Sinceramente, pra mim, as ordenanças só tem valor por que de fato a semente do reino de Deus nasceu em mim, e quando nasceu, ser batizado e ceiar sempre foi um desejo, uma alegria, sem medo e sem constrangimento. Desejo não de receber algo a mais. O que poderia eu receber a mais? Porventura não recebi o maior de todos os presentes? Batismo é identificação, ceia é comunhão.

Ai nessa história toda chega o tema do batismo de crianças, vem toda aquela argumentação reformada (que batiza), depois vem a batista (que não batiza), enfim, a polêmica é grande. Cada um com suas razões. E eu? Eu cri como batista durante alguns anos, ou seja, é preciso crer pra depois ser batizado. Não que não creia ainda hoje, porém atualmente não vejo nenhuma diferença entre batizar um adulto que crer e uma criança. Pelo contrário, me sentiria mais a vontade em batizar uma criança do que um adulto. Por que um adulto pode enganar (como muitos o fazem) e uma criança não! Ai você pode perguntar, e a consciência de crer, uma criança tem? Eu digo, não, para elas não é preciso, pois já tem por herança o reino de Deus.

Se creres que dos pequeninos são o reino de Deus, o batizar ou não já não é a questão.

Por isso amigos, nesse domingo irei batizar minhas duas filhas, uma por que crer (Laís) e a outra por que já é sem saber (Lara).

Sendo assim, você está convidado para esse ato simples e de fé.

Local: SESI DA BARRA DO CEARÁ (Av: Fco Sá 6623), na reunião dos caminhantes que ali estiverem presentes às 17h.  Na ocasião será celebrada também a ceia em memória ao Cordeiro.

Um grande abraço a todos!


Junior (Impressos e Sites)
site: www.jrsites.com.br
 msn: jr.sites@hotmail.com
 Tel: 85-3223.2068 / 8868.5000

Nenhum comentário:

Postar um comentário