domingo, maio 31, 2009

Carta aos ausentes!

Galera querida,

Quem já andou entre nós sabe que no caminho da graça não existe cobrança por frequência, pois sabemos que se o sujeito vem ou vai movido por cobrança, então nem vem e nem vai movido por amor, e ai se não tiver amor já sabemos como é! Ou melhor, sabemos que não é!

No entanto escrevo aos que não têm vindo e nem ido!

Mas não com aquela intenção da religião pois acabo de dizer que ela não existe por aqui, digo em nós.

Escrevo apenas porque hoje (sábado), pensando no que dizer no encontro de amanhã a alguns dos ausentes, meu coração se encheu de um sentimento de sei-lá-o-que por alguns!

Eu tento falar a uns o que tenho ouvido do Ivo às sextas-feiras! É coisa que tem sido abordada tanto por ele quanto por mim, desde o ano passado quando ainda tínhamos a Casa do Caminho. É algo fundamental. O início de tudo. Dessa vez o tema está sendo exposto, aberto, iluminado, escancarado toda sexta-feira.

E o tema não é a mente de Deus não! Afinal como diz o Caio: "...de uma vez por todas, ninguém sabe o que Deus pensa."

É a nossa mentalidade que está sendo exposta. Daí ser algo tão necessário e libertador se bem entendido.

Mas o meu sentimento é que vocês perdem muito não ouvindo o que o Ivo tem dito!

Não falo isso esperando conhecer as justificativas pelas ausências.

Não mesmo!

E nem tenho aquela intenção infantil de dizer: "Venha para cá, porque aqui sim!".

Nada disso.

Falo apenas para dizer que grandes coisas estão sendo ditas. Pessoas estão sendo libertas de coisas que sequer podem ser numeradas. Uns eram impedidos de ver e agora enxergam. Outros tinham que ser carregados e agora caminham com as próprias pernas. Outros até bem pouco tempo carregavam pesos e agora entendem porque o fardo de Jesus é leve.

Sei que às vezes uso palavras repetidas...mas quais são as palavras...?

Era isso!

Só para dizer: Vem e Vê!


Espero que entendam porque a gente diz isso!

Com amor, como quem volta para casa com a maca debaixo do braço para contar o que aconteceu,

hugo

http://hugotheophilo.blogspot.com
Estação Fortaleza
31/maio 01:56

Nenhum comentário:

Postar um comentário