quarta-feira, maio 07, 2008

Aos que por estas terras pisaram



Meu coração está cheio de uma imensa alegria. Lágrimas são derramadas e um sentimento de não merecimento de tantas coisas boas que nesses dias aconteceram me salta do coração. A Deus dirijo poucas palavras, só consigo dizer obrigado. Obrigado Pai por tão grande Graça. Obrigado pela pessoa do pastor Caio Fábio e de toda a sua família. Obrigado porque me conduziste a viver estes dias. Jamais sonhei, e hoje creio que aquilo que o Senhor tem para nós é melhor do que nossos melhores sonhos. Obrigado por este Caminho, realmente não tenho outro caminho a fazer. Obrigado por cada irmão que em se permitindo por ti serem usados edifica em tudo minha vida. Obrigado por cada mentor-pastor que nessa caminhada são verdadeiros irmãos e amigos chegados. Obrigado pela estação em que encontro pouso e por cada irmão-filho-amigo que nela servem.

Nesses dias de Encontro pude sentir o Espírito de Deus em tudo! Desde o serviço de meus irmãos da Estação Fortaleza - jamais poderia pagá-los, mas meu amor é sincero e dedicado a cada um deles, até o serviço dos amados de outras estações que em tudo se mostraram disponíveis.

Muitas coisas me vêm à mente enquanto escrevo. São lembranças das mensagens profundas que me tocaram a alma, lembranças das conversas boas, sérias, divertidas, bobas, mas sempre cheias de vida que com muitos tive. Lembranças da chegada, dos abraços, da refeição comum, dos passeios encantadores, da praia de dia, de noite, de madrugada, do sol nascendo. Lembrança de cada novo nome na lista de amigos. Lembrança das boas músicas, das danças, dos sorrisos, das lágrimas, dos olhares. Lembrança das histórias, dos sonhos partilhados, das gargalhadas. Lembrança da ceia e da comunhão dos irmãos. Lembrança das despedidas.

Estou de novo aqui com minhas lágrimas, cheio de alegria. Minha fé foi renovada. Meu espírito arrebatado. Minha alma rejuvenescida. Minha vocação confirmada. Minha esperança fortificada. Minha vida engrandecida.

Gostaria de citar tantos nomes, mas acho que cansaria quem fosse lê. Assim apenas oro para que ninguém que por estas terras pisaram esqueçam que sempre terão uma estação onde podem parar para refazer suas forças neste Caminho.

Obrigado a todos,

De vosso servo em Fortaleza
Ivo Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário