domingo, outubro 15, 2006

Graça e paz aos hebreus do Caminho.
Já é ciente da maioria naquilo que creio, e esta fé, apesar de minha, pois toda fé é pessoal, está em muitos, espalhados pelo mundo. Alguns decidiriam viver numa espécie de confraria e se relacionarem livremente na Graça, compartilhando de todas as coisas do Caminho. Estes são os que são chamados conforme Atos dos Apóstolos “os do Caminho”. E esse Caminho é o Caminho da Graça, onde cada um aprende pó si, sendo que o meu caminho não pode e nunca o será o caminho do outro, apesar de estarmos no mesmo Caminho. Mas a individualidade do ser em Deus não mata a congregação dos irmãos, pelo contrário a torna necessária, pois todo peregrino precisa parar para poder continuar. A esta parada, a este encontro de Graça, chamamos estações. Lugares onde os peregrinos compartilham da aprendizagem da Viagem e onde recebem um dos outros ministrações de bênçãos para o bem da alma. Lugar de oração, adoração, comunhão, intercessão, imposição de mãos, ensino e aprendizado. As estações já estão espalhadas em alguns lugares do Brasil. Aqui em Fortaleza estamos iniciando, por isso vos escrevo porque gostaria de solicitar de quem possa e de quem queira a permissão de se fazer em vossas casas ou onde possam achar viável, estações do Caminho. Se for da vontade de Deus em breve teremos estações que possam ser apenas lugares do Encontro, mas no momento o Encontro conforme Atos precisa ser em lares ou em ambientes cabíveis de reuniões. Assim quem for do Caminho e a semelhança de Priscila e Áquila poder ceder sua casa para Encontros, espero por vossa resposta.

Nele que mesmo sendo o Caminho também andou por Ele.

Ivo Fernandes

Nenhum comentário:

Postar um comentário